Anon
Registre-se para ganhar pontos!
Login  Registrar  Login com Facebook
Notícias

Jogar videogame diariamente faz bem a crianças e adolescentes, diz estudo



  • Jogos como
    Jogos como "Minecraft" estão entre os favoritos dos jovens e crianças
Crianças e adolescentes que jogam videogame menos de uma hora por dia, em dias de semana, são "melhor ajustadas" do que as que não jogam videogame, aponta um estudo da Universidade de Oxford, na Inglaterra.
A universidade realizou um estudo com 5 mil jovens entre 10 e 15 anos de idade, onde 75% deles jogam videogame todos os dias. A pesquisa observou como os jovens socializam com seus pares, se eles ajudam outros com frequência e o grau de satisfação deles com suas vidas.
Comparados com outros grupos, os jovens 'gamers' que jogam menos de uma hora por dia sofriam menos com hiperatividade e problemas emocionais, além de informarem estar mais satisfeitos de forma geral.
"Pouco envolvimento [com jogos] foi associado com maior satisfação pessoal, comportamento pro-social e menos exteriorização ou internalização de problemas", explicou o Dr. Andrew Przybylski, que conduziu o estudo. "Esse foi o resultado oposto do encontrado em [jovens com] altos níveis de jogatina".
"Nenhum efeito foi observado em níveis moderados de jogo quando comparados a jovens que não jogam nada".
"Estar envolvido com videogames pode dar uma linguagem em comum para as crianças", disse Pryzbylski ao canal britânico BBC. "E para alguém que não faz parte dessa conversa, isso pode acabar deixando o jovem de fora".
Benefícios dos games
O estudo da Universidade de Oxford é a mais recente pesquisa que aponta os benefícios de jogar videogame. Outros projetos concluíram que os jogos podem aumentar o tamanho do cérebro, afetar a percepção e o comportamento e aprimorar a atividade cerebral.

Fonte: http://importelivre.blogspot.com.br/2015/03/jogar-videogame-diariamente-faz-bem-diz.html


Veja o que fazer se seu celular for roubado ou perdido

Ter o celular roubado ou perdido é algo a que todos estão sujeitos, infelizmente. A partir deste momento, existem algumas coisas que podem ser feitas para tentar recuperar seu celular ou, no pior dos casos, simplesmente bloqueá-lo.
Abaixo estão algumas dicas de como minimizar seus problemas se isso acontecer:

Como tentar rastrear seu celular no...

Android: Se você deixou seu celular conectado à internet, você pode entrar no sitehttp://www.google.com/android/devicemanager para tentar rastreá-lo. Este site mostra a localização mais recente do seu smartphone.
Reprodução
No caso de o aparelho ter sido roubado, é bom lembrar: não é uma boa ideia tentar recuperá-lo por conta própria, já que o ladrão pode estar armado. O ideal é comunicar a polícia.
Outras opções importantes apresentada no site são “Apagar” e “Bloquear”, que remove todas as suas informações pessoais do aparelho, protegendo sua privacidade, e impede que a pessoa que roubou o celular o utilize livremente.
O site também ajuda a achar seu celular quando ele estiver perdido perto de você. Ao pressionar “Tocar”, o aparelho começa a fazer barulho para permitir que seja encontrado. Ele é mais adequado para o momento em que você perde o smartphone entre as almofadas do sofá, por exemplo.

iOS: O iPhone tem um recurso chamado Buscar Meu iPhone que funciona de modo semelhante ao Device Manager do Android. Ele localiza o aparelho que esteja conectado à internet e permite algumas ações para minimizar seu prejuízo com a perda do aparelho. Para acessar a ferramenta, entre https://www.icloud.com/#find.
Reprodução
Ativando o Modo Perdido, o celular é bloqueado e passa a exibir uma mensagem para que quem achá-lo contate seu dono original. Sua localização será mostrada sempre que o aparelho estiver conectado à internet. Novamente: não é uma boa ideia tentar recuperá-lo por conta própria.

Também há o recurso de “Apagar iPhone”, que limpa todas as informações do iPhone e impede sua utilização, tornando o aparelho inútil. Deve ser usado quando não há mais esperança de recuperar o aparelho.
“Reproduzir Som”, como o nome já diz, faz um barulho alto para que você consiga encontrar o celular quando ele estiver perto de você.

Windows Phone: O WP também tem uma ferramenta para encontrar o telefone. Ela está disponível no sitehttps://www.windowsphone.com/pt-br/my/find, que permite localizar, bloquear e apagar o celular.
Reprodução
As opções são autoexplicativas. Localizar o celular mostrará sua posição no mapa para que você possa tentar recuperar. Frisando novamente: não é uma boa ideia tentar recuperá-lo por conta própria.
Bloqueá-lo restringirá o acesso ao aparelho e exibirá uma mensagem para que quem encontrá-lo o devolva. Por fim, selecionar a opção de Apagar irá remover todos os dados do aparelho e tentará inutilizá-lo para sempre, evitando que o ladrão ou um receptador o utilize.

Bloqueio de IMEI

Se você tem certeza de que perdeu seu smartphone para sempre, certifique-se de não realizar apenas o bloqueio do número telefônico, já que um novo chip SIM resolve este problema para o ladrão. Sua arma mais poderosa para inutilizar o celular na mão do ladrão é o bloqueio de IMEI, um código numérico que identifica o modelo do smartphone.
Ao realizar esta trava, o aparelho se torna inútil na mão do criminoso ou do receptador, desencorajando possíveis atos semelhantes no futuro. Bloquear o IMEI de um celular roubado é praticamente uma obrigação civil.
Portanto, se isso acontecer com você, registre o boletim de ocorrência o mais breve possível na Polícia Civil. É possível registrar a queixa pela internet no site da Secretaria de Segurança Pública do seu estado.
Com o B.O. em mãos, você pode ir até alguma loja da sua operadora e solicitar o bloqueio do IMEI. O processo não é demorado.

Como obter o número de IMEI: Ter o número do IMEI do seu celular é importantíssimo. Se você ainda o tem em mãos, abra o aplicativo de chamadas telefônicas e digite *#06#. Isso vale para Android, iOS e Windows Phone. Anote o número que vai aparecer na tela e guarde-o em algum lugar seguro e fácil de lembrar.
No entanto, existe a possibilidade de você já ter perdido o aparelho e não ter guardado o número. Normalmente, ele vem marcado na caixa do celular. Caso você tenha jogado no lixo (recomendamos profundamente guardá-la pelo menos enquanto você ainda usa o produto), existem outras formas de descobrir:

No Android:
Acesse o site https://www.google.com/settings/dashboard. O site mostra todos os dispositivos conectados na sua conta do Google com o número de IMEI.

No iPhone:O iTunes instalado no seu computador mostra o número de IMEI do iPhone que você conectou à sua máquina.

Fonte: http://importelivre.blogspot.com.br/2015/02/veja-o-que-fazer-se-seu-celular-for.html

São mais de 60.000 infectados no facebook por querer saber quem visitou seu perfil. São muitos aplicativos com esse fim.


Não caiam nessas armadilhas. No facebook não existe isso. São muitas as perguntas no yahoo e espostas a respeito.

E os espertos respondem usando de ingenuidade para criar falsas promessas. Até criaram blogs disseminando um vírus que recolhe informação pessoal e de seus contatos, além de permitir acesso ao controle do perfil da aplicação.

Tome cuidado com os aplicativos muitos não são de autoria do face.


Recursos Necessários: Conta no Facebook

Número de Passos: 7

Se você notou alguma coisa estranha em sua página do Facebook, como a foto trocada ou algumas informações desconexas, pode ser que alguém mal-intencionado tenha invadido sua conta e alterado seu perfil. Resolver este problema é fácil e o processo não leva mais do que alguns minutos.

Passo 1. Acesse o site www.facebook.com/hacked. Assim que a página carregar, uma janela será mostrada e, caso você acredite que alguém hackeou sua conta, será solicitado que você clique na opção "Minha conta está comprometida".

Denunciando ao Facebook que sua conta está comprometida (Foto: Reprodução)Denunciando ao Facebook que sua conta está comprometida (Foto: Reprodução)

Passo 2. Na próxima página você deverá informar seu e-mail de acesso. Feito isso, clique em "Procurar" e digite o código de segurança para prosseguir.

Passo 3. Ao identificar sua conta, você deve digitar sua senha no Facebook e clicar em "Continuar". A partir daí, sua conta será bloqueada até que você realize as quatro etapas de verificação de conta.



Verificação de segurança (Foto: Reprodução)Verificação de segurança (Foto: Reprodução)

Passo 4. A primeira etapa será a da modificação da senha do Facebook. Algumas dicas são mostradas para que a nova senha seja mais segura. Nesta página é só criar uma nova senha, repeti-la e confirmar.

Passo 5. A segunda etapa será a da troca de senha do e-mail, que pode facilmente ter sido usado para a invasão. Para tanto é necessário acessar seu e-mail, no provedor, através de um link disponível na página da rede social, e, assim que o processo for concluído, é só voltar ao Facebook e confirmar a alteração.


Alterando a senha da conta de e-mail (Foto: Reprodução)Alterando a senha da conta de e-mail (Foto: Reprodução)

Passo 6. Agora é o momento de confirmar o nome, a data de nascimento e o e-mail cadastrado. Clique então em "Continuar".


Confirmando dados (Foto: Reprodução)Confirmando dados (Foto: Reprodução)

Passo 7. A conta estará desbloqueada e pronta para ser usada novamente. Nesta janela há opções que o usuário pode marcar para que as conexões fiquem mais seguras de agora em diante, como por exemplo a de notificação por e-mail, caso alguém se conecte ao Facebook através de algum computador estranho; ou a de entrar na rede social apenas por meio de conexões seguras, como com o uso de “HTTPS” no início do endereço a ser digitado no navegador (recomendamos ativar esta opção).


Ativando a navegação segura (Foto: Reprodução)Ativando a navegação segura (Foto: Reprodução)

FONTE: http://www.importelivre.com.br/blog/6/Sua-conta-do-Facebook-foi-hackeada%3F-Saiba-o-que-fazer.html


Pois é, parece que "sem querer querendo" a Epic Games acabou oficializando o que gente já desconfiava: além dos arcades japoneses, Tekken 7 também deve sair para os consoles da nova geração!


Contextualizando: durante a GDC 2015 que está rolando na California neste momento, a Epic Games apresentou um apanhado de jogos que foram ou estão sendo produzidos com sua poderosa Unreal Engine.

Dentre estes jogos não tivemos grandes novidades - na verdade muitos deles já são bem esperados, como Mortal Kombat X, Batman Arkham Knight, Hellblade e Rime, entre muitos outros.

A surpresa (nem tão surpreendente assim) foi quando Tekken 7 apareceu no vídeo, listado para as seguintes plataformas: Arcade, PS4 e Xbox One.

Contado alguns games que já foram lançados e muitos que ainda estão por vir, uma coisa é certa: em mãos habilidosas, a Unreal Engine é extremamente versátil e capaz de nos oferecer games realmente incríveis.

Tekken 7 já foi lançado nos arcades japoneses, mas até agora nenhuma informação oficial sobre uma conversão para os consoles havia vazado. Depois deste trailer, é só uma questão de tempo até a Namco Bandai oficializar tudo.




X
Exit fullscreen
Too many requests